Homens que amam demais

 Homem que ama                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                          

Amar não é errado! O amor apazigua, tranqüiliza e proporciona uma entrega solta, sem cobranças entre o casal. Mas e quando esse amor se torna excessivo a ponto de fazer você esquecer de si mesma? Cuidado, ele pode virar um tormento e até uma doença. Mas dessa vez não vamos falar de você, mulher sensível que às vezes ama demais. E sim deles, dos ditos machões e insensíveis: os homens.

Machão e insensível, certo? Errado! Ele pode até ter aquela pinta de durão, do tipo que se esquiva de qualquer palavra amorosa, mas esse tipo de homem ama sim, e ama muito. Para a especialista em comportamento humano e autora do livro Homens que amam demais, Tatiana Ades, eles tendem a se envolver mais que as mulheres. “De acordo com a pesquisa que fiz, com os homens que amam demais, entre 30 e 35 anos, eles são muito mais dependentes afetivamente, que sexualmente. A partir daí achei importante discutir o tema”, diz ela.

Como a maioria dos homens é vista pela sociedade como compulsiva por sexo e não por amor, e como também só existem grupos de ajuda para mulheres, já estava mais do que na hora de falar sobre o assunto, não é mesmo? “Senti a necessidade do tema quando vivi isso. Tive um namorado ‘Hades’ – deus grego do mundo dos mortos que, por amor, raptou sua amada Perséfone. Percebi que fui co-dependente dele, compartilhando todas as suas paranóias”, conta Tatiana.
 
Quem são os Homens que Amam Demais?
 
Geralmente, eles vêm de um contexto familiar destrutivo. Os pontos principais destacados pela autora é o relacionamento simbiótico com a mãe (ou ela é muito próxima ou muito ausente), os pais normalmente são alcoólatras e, de algum modo, os homens que amam demais sofreram violência doméstica, tanto fisíca quanto verbal. Segundo ela, eles trasportam essas frustações para a vida e repetem a história. “Quando realizei as entrevistas, desmembrei suas vidas, chegando até sua infância. Percebi que muitos deles repetem os padrões de comportamento de sua família, o que afeta bastante seus relacionamentos hoje”, conta.
 
Outras caracteríticas:
 
*
Na visão dele, ela é sempre a vítima. Tudo que acontece de errado no relacionamento ele se culpa

*Ele quer tanto a aprovação dela que, mesmo sofrendo muito, abre mão de suas vontades para satisfazer as dela

*Ele começa a viver em função da amada, vasculha tudo e corre um sério risco de estar caindo na cilada do ciúmes excessivo
 
*Ele tem auto-estima muito baixa, por isso não se dá valor e deixa com que essa situação permaneça
 
*Quem aconselha se torna um inimigo, é como se destruísse algo saudável. Na visão do homem que ama demais, o relacionamento dele é normal porque ele sempre vai viver na expectativa de que a situação melhore

* Ele pode se considerar um homem que ama demais quando o amor for sinônimo de sofrimento

*Porque ele a ama muito, não liga de ser humilhado e sempre justifica as atitudes de sua amada.

Este último, o ser humilhado a todo tempo por ela, Tatiana Ades chama de “cegueira emocional”. É como se esse amor obsessivo estivesse mais do que claro, mas ele insiste em não querer ver. “É muito triste quando você percebe o amor doentio. O casal não aproveita o melhor desse sentimento e corre grande risco de se separar”, explica Tatiana.
 
E completa: “Para se ter uma idéia, quando um ‘Hades’ se separa da amada ele tem os mesmos sintomas de uma pessoa que está em abstinência de cocaína: tremores, vômitos e até síndrome do pânico”.
 
A seguir, as Doze Promessas do CoDA (Co-dependentes Anônimos), grupo que busca ajudar homens e mulheres a desenvolver um relacionamento saudável, que com certeza te ajudarão bastante a se amar primeiro:

1- Reconheço que não estou só e que meus sentimentos de vazio e solidão vão desaparecer

2- Não sou controlado por meus medos. Eu supero meus medos e ajo com coragem, integridade e dignidade

3- Experimento uma nova liberdade

4- Liberto-me da preocupação, da culpa e da lamentação quanto ao meu passado e ao presente. Eu me mantenho o suficientemente atento para não repetir

5- Experimento um novo amor e uma nova aceitação por mim mesmo e pelos demais. Eu me sinto genuinamente merecedor de ser amado

6- Aprendo a me ver igualmente aos demais. Em minhas novas e renovadas relações são baseadas na igualdade de ambas as partes

7- Sou capaz de desenvolver e manter relações saudáveis e amorosas. A necessidade de controlar e manipular os outros desaparecerá na medida em que eu aprenda a confiar nas pessoas dignas de confiança

8- Aprendo que é possível recuperar-me e converter-me numa pessoa mais amorosa, mais íntima e capaz de oferecer apoio apropriado. Eu tenho a escolha de comunicar-me com minha família de uma maneira segura para mim e respeitosa para eles

9- Reconheço que eu sou uma criação única e preciosa

10- Não dependo unicamente dos demais para poder me sentir valioso
 
11- Tenho a confiança de que meu Poder Superior me guia. E venho a acreditar em minhas próprias capacidades
 
Dica esperta: Identificou o amor excessivo? Então procure um apoio profissional. O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC da FMUSP), por exemplo, oferece terapia para os dependentes de amor. Vale a pena!

About these ads

104 thoughts on “Homens que amam demais

  1. Oi, Layl, achei mt interessante este livro, mas gostaria de saber, onde posso encontrá-lo aqui no Rio de janeiro, para e dar p/um amigo. Aguardo uma breve resposta. Obrigadinha. Rosane

  2. Poxa ,gostei muito dessa materia.Pois vivi a 15 dias atraz uma tentativa de morte pelo meu marido.
    Ele surtou por causa desse amor excessivo,agora procuro ajuda,e aqui consegui entender os sintomas e o excesso da causa,sintomas do amor excessivo.

  3. SÓ DESCOBRI O QUE EU IMAGINA QUE SOU DOENTE POR AMAR DE MAIS, AGORA O QUE EU FAÇO? NÃO TENHO DINHEIRO PRA FICAR PAGANDO PSICOLOGO, HOJE MESMO EU PENSEI EM ME JOGAR EM CIMA DE UM CARRO, FUI SALVO PELA MINHA AMIGA QUE APARECEU NA HORA, POR FAVOR ME AJUDEM!!!!

  4. eu nao sei se vou conseguir sair dessa pois to sofrendo muito tenho panico so em pensar dele me larga mais sogro tabem junto com ele pois nao tenho atençao e nem me sinto amada me sinto feia nao sei que faço me sinto tao perdida e lendo essas coisas sei que preciso de ajuda.sera que no rj tem ajuda?

  5. eu nao sei se vou conseguir sair dessa pois to sofrendo muito tenho panico so em pensar dele me larga mais sofro tabem junto com ele pois nao tenho atençao e nem me sinto amada me sinto feia nao sei que faço me sinto tao perdida e lendo essas coisas sei que preciso de ajuda.sera que no rj tem ajuda?

  6. gostaria de saber como participar do grupo. Preciso de ajuda, amo muito minha mulher.

  7. Tenho um amigo que sofre 2 anos com a perda da namorada e tem esperança que ela volte um dia , ele se prende a ela ao o passado e sofre muito , como poder ajuda-lo ?

  8. Gostarai de saber como funciona este grupo, pois me separei e meu ex-marido não esta sabendo lidar bem com essa situação. Tenho medo que ele se prejudique de alguma forma ou me prejudique.

  9. eu e minha esposa vimos a materia e que eu amo d+++++++++ e decide procura ajuda.o que fazer?

  10. Eu admito

    sou um homem que ama demais…quero muito ajuda pra me livrar desse “mal” quero muito minha amada de volta…

    vou fazer de tudo pra ser uma pessoa diferente!

    preciso de ajuda!

  11. Eu também sofro essa mesma situação pois quando a gente começou a namorar eu ja sentia que ele me amava, mais de um jeito meio estranho ! Ele é muito ciumento e controlador ,ele meche em todas as minhas coisas no meu computador no meu guarda roupas email ,orkut tudo ! na escola ele me vigia todo o tempo e sempre diz que tem alguém me olhando ou que eu estou olhando pra alguém .
    ele ja se meteu em briga por causa de mim
    sempre diz que é feio chora por qualquer coisa
    não me deixa trabalhar passa todo o tempo da vida dele pensando em mim
    No começo era bom mais ter uma pessoa tirando sua privacidade 24hrs por dia ja é demais e a gente esta cada vez mais brigando e as brigas são cada vez mais feias
    o que eu faço ?

  12. PSICOTERAPIA GRÁTIS – Rio de Janeiro:

    1. Grupo Arco-Íris
    Psicologia. Agendar uma entrevista inicial pelo telefone 21-2552-5995, de segunda à sexta-feira, a partir das 11h. O atendimento acontece às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14h às 20h.
    http://mixbrasil.uol.com.br/id/psi/rio/rio.shtm

    2. Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
    Rio de Janeiro – RJ
    Tel.: 21-295-3499
    E-mail: sr5@acd.ufrj.br
    Especialidade: Centros de tratamento do transtorno do pânico
    http://acd.ufrj.br/ipub/assistencia/assistencia.htm

    3. Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro
    Rua David Campista, 170, Botafogo
    22261-010 – Rio de Janeiro – RJ
    Tel.: 21-2286-6922 / 21-2286-6812
    E-mail: biblio@cprj.com.br
    http://www.psicopedagogia.com.br/clinicas/www.cprj.com.br

    4. SPA Santa Úrsula
    Rua Fernando Ferrari, 75, Prédio I, sala 412, Botafogo
    22231-040 – Rio de Janeiro – RJ
    Tel.: 21-2554-2500
    Especialidade: Atendimento psicológico e psicoterápico a pessoas carentes, através de psicoterapia
    http://www.psicopedagogia.com.br/clinicas/www.usu.br/ipp/servicos/spa.htm

    5. Unipsico
    Av. Nossa Senhora de Copacabana, 195 s/916, Copacabana
    22020-002 – Rio de Janeiro – RJ
    Tel.: 21-2543-0111 / 21-2244-3712
    E-mail: unipsico@ism.com.br
    http://www.psicopedagogia.com.br/clinicas/www.unipsico-rio.com.br

    6. Pontifícia Universidade Católica – RJ
    Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea
    22453-900 – Rio de Janeiro – RJ
    Tel.: 21-3114-1001 / 21-021-529-93
    E-mail: webmaste@rdc.puc-rio.br
    http://www.puc-rio.br
    7. Divisão de Psicologia Aplicada da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
    Avenida Pasteur, 250 – Pavilhão Nilton Campos, Praia Vermelha
    22290-240 – Rio de Janeiro – RJ
    Tel.: 21-295-3208
    E-mail: emrp@rio.matrix.com.br
    Especialidade: Centros de tratamento do transtorno do pânico
    http://www.psicologia.ufrj.br

    CEUCEL – Centro Universitário Celso Lisboa
    Supervisão: Regina Hall
    Local: Rua 24 de Maio 797 – Sampaio
    CEP 20950-091 – Rio de Janeiro
    Telefax: (21) 2501-4722 ramal 234
    Atendimento: 2ª a 6ª de 09h às 21h.

    IBMR – Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação
    Supervisão: Lucilia Elias
    Local: Praia de Botafogo 158 – Botafogo
    CEP 22250-040 – Rio de Janeiro
    Tels.: (21) 2552-8096 / Fax: (21) 2552-5295

    PUC – RIO – Pontíficia Universidade Católica do Estado do RJ
    Supervisão: Maria Inês Bittencourt
    Local: Rua Marquês de São Vicente 225 – Gávea
    CEP 22453-900 – Rio de Janeiro
    Tel.: (21) 3114-1574 / 1575 / 1573
    Atendimento: 2ª a 6ª de 08h às 17h.

    SEFLU – Sociedade Educacional Fluminense
    Supervisão: Vanderlei Gomes dos Santos
    Local: Rua Pracinha Wallace Paes Leme 1338 – Centro – Nilópolis
    CEP 26525-030 %3 Rio de Janeiro
    Tel.: (21) 2691-0559 Fax: (21) 2791-3945

    UCP – Universidade Católica de Petrópolis
    Supervisão: Helmuder Kruger
    Local:Rua Barão do Amazonas 124 – Centro
    CEP 25.685- 070 – Petrópolis – RJ
    Telefax: (24) 2237-7112
    Atendimento: 2ª a 6ª de 08h às 12h e de 14h às 22h.

    UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro
    Supervisão: Fernando Feitosa
    Local: Rua São Francisco Xavier 524 /10º andar %3 sala 10.006 %3 Bloco D – Maracanã
    CEP 20559-900 – Rio de Janeiro
    Tel.: (21) 2587-7101 / 7204

    UFF – Universidade Federal Fluminense
    Supervisão:
    » Campus do Gragoatá s/nº – Bloco N – 5º andar – CEP 24210-350 %3 Niterói – RJ
    Telefax: (21) 2629-2950 / 2951 / 2952
    Atendimento: Plantões as 4ªs feiras às 09h, 12h e 15h.

    » Campus Niterói
    Supervisão: Vinicius Anciões Darriba e Nathalia Sabbagy
    Rua Eduardo Luiz Gomes, 153 %3 Centro CEP 24020-340 %3 Rio de Janeiro Telefax: (21) 2717 9011
    Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 08:00h às 12:00h e das 13:00h às 17:00h

    UNIVERSO – Universidade Salgado de Oliveira
    Supervisão:
    Local: Rua Marechal Deodoro 217, 7º andar – Centro
    CEP 24030-060 – Niterói -RJ
    Tels.: (21) 2721-1138 / 2721-1133
    Atendimento: 2ª, 4ª e 6ª feiras de 08h às 12h / 3ª e 5ª feiras de 13h às 18h

  13. eu acho que eu preciso muito de ajuda pois faz 3 anos que eu estou sofrendo muito e quando eu falo pra outras pessoas ninguem entende o que eu estou sentido ou nem liga ,eu sei que é só eu que estou passando por isso então eu que tenho que resolver isso sozinha as vezes eu quero desistir de viver quando a tristeza aumenta tenho medo de acabar com a minha vida faz 3 anos que a gente terminou,nos tentamos voltar mais acho que ele não me quer mais;o que eu faço?

  14. Nossa, é muito gente sofrendo achei que era só o meu marido que era assim, ele me diz eu te amo como se fosse algo lhe da forças para me prender estamos juntos a 18 anos e nos ultimos 15 anos meu casamento mudou muito , ele se tornou agressivo, diz que eu tenho que obedecer, aos gostos dele, não posso usar roupas sem manga, um decote nem pensar, fala que eu tenho outros homens, que ele é corno , que não respeito a minha filha, pois estou envergonhando ela. Já pensei em me separar dele mais tenho medo que ele faça uma besteira , comigo ou com ele, depois que ele me agride verbalmente , me humilha , aje como se nada tivesse acontecido, e ainda cobra as minhas funçoes de mulher, só que de uns tempos pra ca, não tenho mais vontade de me deitar com ele, ai vira brigas e mais brigas . Por favor alguem conhece algum lugar no interior de sp para me indicar. Hoje nao foi um dia facil, pois ja faz 2 anos que ele esta desempregado, e não estou aguentando mais.
    De Paula, SP.

  15. Parabéns pelo seu ato de doar a renda do seu livro para o humorista Viana Junior,um grande abraço,Irei compra seu livro.E um abraço pra Sónia.

  16. Parabéns pela atitude , acabei de ver o programa a tarde é sua e vi sua generosidade com o humorista Viana Júnior. Que Deus te ilumine.

    Vania

  17. eu amei uma minha ex-mulher como sei que jamais amerei outra pessoa. Foi uma entrega total; comprei as alianças com menos de 15 dias de namoro e propus noivado, onde casamos 18 meses depois. no inicio tudo era mil maravilhas e logo depois vi que não era a mesma pessoa que havia conhecido. hoje tenho deversos problemas de saude: depressão, hipertensão, insonia, ….
    hoje assinamos o divorcio e fica a sensação que isso foi decorrente ao excesso de amor.
    hj primeiro é Deus, depois EU, familia e agora em 4º lugar pessoa amada e consigo viver melhor assim.

  18. Livro que pode orientar muito as pessoas a se controlarem mais e se conhecerem.
    Estou dando os parabens pela escritora pela doaçao que fez pela Rede Tv da venda da segunda edição deste livro, pra ajuda do ator que esta com uma doença incuravel…
    Que Deus a abençoe e continue dando esse exemplo de solidariedade pra outras outras pessoas.

    Abraços, Cristina

  19. AJUDA: tenho um filho de 19 anos que eu acho que ele tem esse “problema amar demais” os três relacionamentos que ele teve elas terminaram com ele, por que ele é muito carinhoso, se dedica demais, grudento e acaba sufocando o relacionamento. Ele sofre muito quando acaba os relacionamentos, fica ligando para ela o tempo todo, não sabe mais fazer nada só sabe PENSAR NELA, parou de estudar, no trabalho esta quase sendo demitido, afronta qualquer um que falar dela (até mesmo as pessoas da sua família). Queria uma indicação, uma ajuda de um profissional da área para que eu pudesse ajuda-lo “0800”.
    Niterói-rj

  20. Li todos os depoimentos acima e vejo que realmente esse Amar Demais é uma doença que precisa de tratamento. Por favor, indiquem os métodos… e divulguem sempre essa doença mental para que mais pessoas saibam que amar demais o outro e esquecer de si mesmo é doentio. Não existe amor que justifique alimentar humilhação, baixa auto-estima, carências. Obrigado pelo texto .

  21. Gostei de todos os relatos e gostaria de saber ondem em BH eu posso conseguir ajuda para esse problema.

    Fico no aguardo.

  22. Li todos os relatos e observei que estou com problema. Onde posso conseguir ajuda em BH?

    Fico no aguardo.

  23. Ola meu nome é Douglas tenho 24 anos e estou precisando de ajuda pois estou a beira de aundar meu relacionamento devido ao amor ecessivo e a falta de amor propio. Moro em São Paulo SP alguem sabe o endereço do grupo hada ou telefone. grato.

  24. li a matéria, e agora estou confuso, ueria poder obter mais informações sobre o assunto. moror em belém do pará, existe algum grupo que possa encontrar aqui?
    parabéns pela matéria.

  25. oi Taty, gostei muito do tema de seu livro,já vivi uma história semelhante,onde o amor dele se tornou doentiu.espero que esteje lemdo meu artigo.E te desejo sucesso sempre…

  26. Gostei muito da matéria, me fez perceber que estou sofrendo por causa desse amor excessivo. Estou disposto a procurar uma ajuda profissional aqui na minha cidade. Não quero perder minha namorada por causa disso, só temos uma semana de namoro, mas isso já está causando problemas. Melhor tratar logo do que perdê-la pois a amo muito.

  27. Estou namorando a qse um ano e as coisas estão complicadas, pois ele é muito ciumento, deixo de sair pra não passar raiva, toda vez q agente sai é só um homem esbarrar em mim, ou passar e olhar é motivo pra iniciar confusão, ja acordei com ele brigando comigo pq achou q eu tivesse tendo algum sonho erotico com outro homem, pq eu gemia.
    Ele é do tipo q leva cafe na cama, chora, diz q ama o tempo todo, q sou a vida dele, é carinhoso…Mas qualquer sinal de ciumes ele perde o controle total, não me bateu mas ja chegou a quebrar o banheiro todo de raiva.
    Ele não tem familia, tem uma historia de vida muito triste, tenho medo de um dia não aguentar e terminar e , ou ele se mata ou ele me mata, gostaria q ele se tratasse p ver novamente um futuro para nós.Ta dificil

  28. TENHO SOFRIDO MUITO POR AMAR DEMAIS E TAMBEM PRECISO DE AJUDA…. BEM RÁPIDO…. ONDE EM BELO HORIZONTE ONDE POSSO ACHAR ALGUMA TERAPIA SOBRE ISSO….. ME AJUDEM POR FAVOR..

  29. preciso urgente de um end de sao paulo onde encontro um apoio dessses grupo de hades. obrigada

  30. Ola, eu minha esposou terminou e hoje ando com um zumbi, ja consegui perder 6kg em uma semana , estou me anulando , anulando minha vida preciso de ajuda e tenho dois filhos e tambem sinto muita falta deles , tenho 31 anos estavamos juntos a 8 anos, foi de repente , ja tinha alguns indicios mas tive que viajar para fazer um trabalho quando voltei na segunda de manha ele me comunicou perdi o chão , realmente ja não consigo fazer outra coisa a não ser pensar nela.. PRECISO DE AJUDA ESTOU EM BELO HORIZONTE SE ALGUEM SOUBER DE ALGUM LUGAR ME AJUDEM POR FAVOR

  31. Parabéns pelo trabalho.
    Sou de São Paulo e me encaixo em quase todos os casos.
    Sofro desta “sindrome”. Fiquei casado durante 30 anos e fiquei viuvo repentinamente, tenho 59 anos….!!!!
    Conheci uma mulher há 7 anos, e me envolvo muito e a amo muito e tem 60 anos.
    Acabamos de brigar por causa desta minha sindrome chata de amar demais, me dedicar demais, etc.
    As vezes nem eu me aguento, e tenho discutido istes assuntos com a minha psicóloga, que é ótima.
    Estamos em fase de reconciliação, mas preciso me livrar destas coisas, principalmente para não brigarmos novamente.
    Como faço contato em São Paulo, Capital para maiores informações.

  32. Boa tarde. Gostaria de saber onde consigo esta ajuda em Belo Horizonte, MG. Obrigada,Margareth.

  33. Olá, tudo bem!

    Meu namorado terminou nosso relacionamento de 07 anos e não consigo parar de inferniza-lo!Infelizmente, acordo de madrugada pensando nele, perco o sono, a fome, fico vigiando a vida dele, entro nos perfis que ele tem na internet, caço ele pelo nome, e emails que tem, fico enviando sms vários todos os dias, vezes de carinho e amor, as vezes de ódio e revolta!
    Não consigo fzr mais nada direito, as vezes não qro nem trabalhar, sair de casa, acordo com uma vontade enorme de chorar, e as vezes com uma vontade enorme de fazer uma maldade, de fazer coisas ruins com ele, ou até comigo mesmo para que ele sofra!!
    Ja analisei muito se isso ñ é apenas um sentimento de posse, e sei q ñ é, mas ñ sei trabalhar com essa perda. Eu estava com projeto iniciado da contrução de uma casa para a gente e tal…e hj ñ acho mais graça em nada…me sinto só..inseguro sem ele…
    Perdi o senso, estou vivendo uma situação surreal, e inacreditável…muito forte e incontrolovel. Começamos a namorar qundo eu tinha 23anos e terminamos 01 semana antes d´eu fazer 30 anos.
    Precisava muito saber se existe um hada em São Paulo e tel e no HC da FMUSP qual depato e tel, desculpe, mas é estranho e me sinto até envergonhado em procurar esse tipo de ajuda, gostaria de ir/ligar direto no departamento.
    Por gentileza, fico mesmo no aguardo de um contato.
    Desde já agradeço muito pela atenção.

  34. Olá Layla Marques,

    Gostei muito do texto e gostaria muito de ajuda, pois eu não quero mais fazer mal a pessoa que eu amo demais.

    Sou de Natal/RN e aqui, pelo que eu saiba, não existe esse tipo de apoio e não tenho dinheiro para pagar algumas sessões psicologo.

    Gostaria que de ajuda nem que seja somente por e-mail.

    Obrigado pela atenção.

  35. preciso ajudar meu filho de 19 anos, namora uma pessoa há 2anos entre idas e vindas.percebo o amor doentio que ele sente por essa pessoa, que o faz até aceitar traiçoes da parte dela, e eu como mãe sofro muito vendo meu unico filho se submetendo aisso….me ajudem… teria aqui em Brasilia um local para meu filho frequentar…
    por favor me ajudem a ajudar meu filho.

    Abraço!

    Ana (an_carneiro@hotmail.com)

  36. Olá… achei realmente muito interessante o tema e gostaria de saber se encontro esse livro em pdf na internet.
    Aguardo sua resposta!

    Desde já agradeço.

  37. Ao ler um trecho de um livro percebi que tambem amo demais uma mulher. Sou tambem de Belo HOrizonte e gostaria de ajuda. não paro de pensar nela um segundo do meu dia. e so consigo ficar bem e concentrar depois que falo com ela ouço sua voz.

  38. Meu namorado também se encaixa nos mesmos problemas de todos nessa lista, porem até agora nao vi reposta para as perguntas, ou seja onde posso encontrar no Rio de Janeiro/Rj ajuda para os homens que amam demais “Hades”. Por favor quem souber mande resposta para meu e.mail lizbeth@globo.com obrigada, Elizabeth

  39. Preciso de ajuda e gostaria de um endereco em BH. Pode me orientar como funciona?

    Muito obrigado.

    Aguardo ansiosamente.

    Abs,

  40. Estive lendo os relatos sobre o livro e acredito que o livro me ajudaria bastante, me Indentifiquei muito com a proposta da Autora sobre os sintomas dos homens que amam demais.
    caros leitores, alguem de voces sabem de alguma clinica especializada neste tipo de problema em BH? ficaria grato.

    obrigado.
    Rodrigo Lopes.

  41. como faç o para eu me liberta desse amor eseçivo eu de ajuda

  42. Infelizmente identifiquei quase todos os sintomas em meu ex-namorado. Terminamos há uma semana e ele mesmo me disse que seu terapeuta fez esse diagnóstico. Eu estava completamente sufocada.

    Aconselho a todos que procurem tratamento o mais rápido possível…poise estive do outro lado e sofri bastante com as desconfianças absurdas dele.

    Abs

  43. QUERO SABER ONDE ENCONTRO GRUPOS DE AJUDA PRA MIM, ESTOU AMANDO MAS ESTOU SUFOCANDO MINHA FUTURA ESPOSA . EM SAPIRANGA OU NOVO HAMBURGO RIO GRANDE DO SUL.

  44. Oi, PELO AMOR DE DEUS ALGUÉM ME AJUDE, ESTOU SOFRENDO TODOS OS TIPOS DE HUMILHAÇÃO PELO MEU MARIDO… AINDA CREDITO EM RELAÇÃO MAIS ELE PRECISA SE CUIDAR URGENTE!!! ALGUÉM SEBE ME DIZER SE TEM AQUI EM FORTALEZA CEARÁ????
    NOSSA VIDA TÁ UM INFERNO, JÁ PENSEI ATÉ EM MORRER.

  45. Obrigado,entrei sem querer e gostei muito do texto,e me sinto uma nova pessoa com uma visão melhor sobre o assunto……obrigado nova mente.

  46. acho que estou preste a perder a minha vida sou vitima de um homen que ama de mais ja tentei de tudo para me livrar dessa situacao mais ja estou sem fossas sou perceguida todos os dias miha casa e envadida nao tenho mais vida etudo oque ainda me inporta sao meus finhos que sofre com esta situacao pesso ajuda

  47. Amo demais uma pessoa, estamos juntos ha 6 meses e me tornei dependente, nos ultimos tempos vejo q ela esta se afastando, vive inventado desculpas para nao nos encontrarmos, sabe sei q isso esta me fazendo mal, mas por amar demais quero ficar com ela… Me ajudem por favor, pois ja entrei em depressao, estou a beira da loucura, nao consigo mais trabalhar e nem estudar, nao saio de casao, passo os dias na cama. SOCORROOOO!!!!

    Macae/RJ, 04/04/2011

  48. Estou casado ha dez anos , e passando pela mesma situacao preciso de ajuda pois estou com todos esses sintomas Onde tem ajuda em Recife.

  49. Vivi mais de 40 anos em busca do amor verdadeiro… Aos 42 encontrei, em uma linda loira de olhos azuis, que me apaixonei e conquistei. Mesmo estando então “namorando” em um namoro de 4,5 anos (que já não era bom), investi naquela paquera, naquele flerte, sem saber se iria ou não pra frente… E foi indo até se tornar mais sério ao ponto de eu terminar. E terminei o namoro para logo começar com ela. Namoramos perdidamente apaixonados, tanto que em menos de um mês ou dois eu já a convidei para “casar” comigo, e ela veio morar em minha casa, com minha mãe junto. Isso, óbvio, complicou um pouco, mas de início era tranquilo. Um ano depois, de muito amor e cumplicidade, as coisas em casa complicaram, a verba apertou – até pq eu estava sem trabalhar e dependia de minha mãe, e ela queria que eu tivesse minha independência, nossa vida, pra ter futuro, casa, filhos, etc. Com apoio de minha mãe, começamos a procurar um apê mas a coisa da dependência me desagradava, da mesma forma que abandonar minha mãe, de 84 anos, sozinha, me incomodava. Acabou que minha namorada (ou esposa, sei lá), acabou saindo de casa para morar provisóriamente, com uma amiga, até acharmos um apê. Assim, fomos perdendo a intimidade, a cumplicidade, o dormir e acordar junto, etc… Os desentendimentos foram aumentando até que a perspectiva de separação começou a se formar na mente dela… Até pq eu tb parei de procurar apartamento e a situação provisória foi ficando mais e mais fixa… Passamos as festas de Natal e Ano Novo juntos, mas já no dia 1º do ano, no almoço, ela me disse que não queria mais… Eu achei surpreendente, mas aceitei. Mas ela disse que terminou me amando e gostando de mim… Depois disso tivemos idas e vindas, em janeiro, e em fevereiro já falamos menos… Ela começou a me bloquear, mentalmente, para me esquecer… Até que outra pessoa começou a entrar na vida dela (sem eu saber). Tudo piorou no carnaval, quando após ela colocou “namorando” nas redes sociais… e o novo namorado tb – um oportunista, que era meu amigo tb, antes…!! Desde então (mesmo antes) eu vinha tentando reconquistar, com flores, palavras, telefonemas, conversas, até alguns encontros… Mas nada adiantou… Ela sempre se colocou como “não quero mais”, “não amo mais”, “não gosto mais”… E ao mesmo tempo ia se envolvendo com o outro… EU sofri muito… Chorei muito, fui ao encontro dela um dia pela manhã, antes do trabalho, tentei uma reconquista ao vivo. QUando o cara ligou no fone dela, eu pequei, mandei que ele se mandasse, lutei pelo meu amor… Nada adiantou… Hoje já estão fazendo um mês de namoro, e eu ainda tenho contato com ela quase que diário, via msn. Tento pedir nova chance, choro, ligo no celular dela, mando mensagens. Ela trocou de número, mas ainda usa o antigo, no silencioso, pra não ver nem minha chamadas ou mensagens atrapalharem a vida dela hoje… Me sinto triste, fraco, apaixonado, disposto a tudo por ela, a aceitar de volta, a não pensar em ela ter se relacionado com outra pessoa, mas NADA adianta… Porquê ela não quer… Eu já “me despedi” algumas vezes, tentando superar, mas não consigo. Mesmo saindo de casa (a casa onde moramos juntos e tudo lembra ela), me divertindo com amigos, NADA faz diferença. Eu sigo fechado para a vida e para o mundo, porque meu coração está parado com ela…! E a todo e qualquer contato ela só segue dizendo que não quer voltar, que não tem interesse em me ver… Bem, eu sinto que estou “doente” deste amor, que foi O PRIMEIRO da minha vida e que perdi… Nunca pensei que a perderia… Está difícil de aceitar, apesar de TODOS os amigos me dizerem para “largar de mão”, esquecer, deixar ela livre, pq talvez um dia ela volte… ou não. Eu sempre penso que, se eu não lutar pelo AMOR, a distância e novo envolvimento apagará tudo e eu virarei apenas uma lembrança perdida no tempo, na história de vida dela… Não queria isso, mas parece inevitável – o que dói mais ainda… Queria descobrir um jeito de voltar a ser feliz, como já fui, plenamente, ao lado dela…

  50. Gostei do que li e me identifiquei muito com o assunto,porque toda que os brigamos ela quer terminar o casamento e eu entro em um desespero tão grande falto e se matar estou precisando de ajuda desde de ja agradeço….

  51. Estou a procura de ajuda,quero esquecer uma pessoa e não consigo, sempre fiz de tudo por essa pessoa e sempre fui rejeitado, não me trata com carinho, ja me agrediu, ja me traiu e mesmo assim eu vivo correndo atrás dela, estou cansado, e até pensando em deixar de fazer as coisas que gosto para tentar fazer só por ela, fico desesperado em pensar que ela possa estar com outra pessoa, choro, não durmo, não como direito e fico muito deprimido, todas as vezes que acabamos o relacionamento foi iniciativa dela e acabamos voltando porque eu sempre corri atrás dela ja estou vivendo essa situação ha 03 anos, o que devo fazer , não aguento mais.

  52. me ajude como participarestes grupo,dos trabalhos moro em são josé dos campos eu amo de +++++++ a minha mulher me ajude

  53. eu não quero repetir o que todos disseram, tb não quero ser arrogante, mas deu pra entender completamente que estou doente… na verdade ue me sinto um lixo. sou casado há sete anos tenho um filha de três, minha mulher tem 38 anos e eu 28, não penso mais em morrer, por causa de minha filha. não costumo ser agressivo, mas costumo irritar com facilidade… no inicio do relacionamento acho que era o contrário era ela que se desvalorizava por minha causa, e agora vejo tudo de novo mas com uma muddança de papéis.
    a diferença é que eu não a espizinhava como ela faz comigo hoje. puts! estou doente mesmo, com todos esses sintomas aí…
    enfim
    tem alguém aqui em salvador que eu possa conversar? estou sofrendo demais parece que estou em outra dimensão.

  54. preciso muito de ajuda,eu namorava uma garota á 4anos aonde eu sou completamente apaixonado por ela,sou carinhoso ,penso nela o dia todo compramos ate nossas coisas pra casar..mais ela me largou como eu sou motorista de onibus achou que eu estava traindo mais nunca trai,acho que foi uma desculpa que ela deu pra terminar o namoro.. so sei que nao tenho vontade de fazer nada ,não como direito nao durmo e estou sofrendo muitooo, procurei ela e ela disse que nao quer voltar arrumou um monte de desculpa falando que não confia em mim.. so sei que minha vida esta horrivel sem ela e nao sei o que fazer!!!
    fico chorando o dia todo e gdo converso com alguem ninquem me entende.. aonde eu posso tratar eu sou de belo horizonte e preciso muito de ajuda pois estou muito mal

  55. Por favor eu preciso de ajuda eu amo uma garota de mais!!!!; alguem sabe se tem algum hada em são jose dos campos e o endereço?

  56. oi Meu nome é CristianoFarias,amo de mais minha ex mulher ainda,ela me deixou a seis meses atras.
    Ainda amo com a mesma intensidade,to sofrendo muito,não durmo na minha cama,ela foi morar com a mãe dela.
    tenho tido problemas proficionais,emocionais e psicologicos.
    preciso de ajuda por favor?
    abraços

  57. Ao ver na teledramaturgia uma personagem chamada Eloísa, em relação ao seu marido, eu descobri que também tinha estes mesmos sintomas. Sufoquei minhas companheiras umas quantas vezes. Mas a mais recente perda foi agora, dia 21 de julho, logo após do dia dos namorados. Estou em fase de mudança profissional e familiar e passei a morar sozinho, mas já com esperança de me juntar com esta pessoa. Mas ela, recém separada, não estava prepararada para esta nova fase de vida. Eu não tive paciência e a pressionei insistentemente até ela terminar comigo. Existe algum grupo de ajuda em Porto Alegre, onde possa encontrar pessoas com os mesmos sintomas? Até qualquer outro dia..

  58. Olá pessoal.

    Eu tinha uma vida, onde sempre me dediquei muito a minha esposa, super apaixonada por mim. Nos davamos super bem, sexo muito bom e tudo. Mas ela não foi minha companheira no momento que eu mais precisei… e depois de 10 anos, eu estava disposto a conhecer outras pessoas… achava que meu casamento era infeliz. Como quem procura acha, fui fazer um curso e eu, com 38 anos, me apaixonei perdidamente por uma menina de 19 anos. Foi receptiva, ela veio me adicionar no msn. Eu estava prestes a viajar para os Estados Unidos, fui pensando nela, trouxe presentes para ela. Ela namorava ainda… e o namorado era nítido que não a fazia feliz. Nos aproximamos muito por msn e frequentavamos o mesmo curso aos sábados. Acabamos ficando juntos e me separei da minha esposa, meu verdadeiro amor. Apaixonado, fiz ela se apaixonar por mim… ela terminou com namorado. Vivemos um sonho, compartilhavamos nossos sonhos, tudo escondido da mãe dela, evangélica fervorosa, assim como ela que estava afastada da religião. Ela me sufocava com ligações de hora a hora e em virtude da sua faculdade, veio morar perto da minha casa. Em resumo, moramos juntos quase durante 3 meses. Sexo espetacular, uma linda mulher, jovem, fogosa, que me dava a impressão de que eu conseguiria ser feliz ao lado dela. Mas meu ciumes ficava cada vez mais forte, minha confiança nela terminava. Invadi MSN dela… descobri q quando ela “deu mole” para mim no msn, ela tb fazia isso com mais homens. Perdoei isso e segui, queria me casar com ela, ter filhos. eu tenho um filho, ela também gostava muito dele.

    Veio minhas dificuldades financeiras, de repente ela inventou que não poderia mais estar tão perto de mim todos os dias, que teria que cuidar dos pais e voltaria para a igreja. Começamos a nos falar cada vez menos, eu já sofria muito de saudade, dor física mesmo.

    Ela nunca disse que queria terminar, mas eu sufocava, pois de repente ela foi embora, eu não havia me separado ainda judicialmente, e a mãe dela não me aceitava pelo fato de eu não ser evangélico. Ela se distanciava cada vez mais de mim, falavamos cada vez menos e quando nos viamos, era puro sofrimento. Choravamos muito… ela não me dava esperanças de que iriamos ficar juntos. Tudo era muito dificil, mesmo com ela respondendo a todos os meus estimulos, mostrando que me desejava.

    Igreja todos os dias, cada vez mais dificil, um sábado a noite eu estava sozinho. Ela ia para um encontro de jovens… e não tinha como me ver nem durante 5 minutos. Resolvi terminar o namoro…. o que foi aceito com muita rapidez por ela…. onde ela falava: eu te amei muito, eu te amei muito… só isso.

    Depois disso, nunca mais ela me atendeu um telefonema, nunca mais me respondeu um email. Nunca mais! Eu larguei minha familia, larguei minha mulher que era (e agora volta devagar a ser….) uma grande companheira, gracas a Deus eu tenho ela. Meu filho eu vejo todos os dias. Mas ainda amo a outra como todo o meu coração, moro sozinho, choro todos os dias, penso em suicídio, mesmo não aceitando o suicídio. Deletei todas as suas fotos, imagens, seja oq for. mas ainda a amo demais… uma paixão excessiva, doente.

    é como se eu tivesse conhecido a vida, ao encontrar ela… e ela tivesse ido embora.

    Eu não sei o que Deus quer de mim. Só sei que agora, não consigo fazer nada. Apenas chorar… e esperar Deus tirar isso de mim.

  59. Engraçado é que eu estava vivendo algo parecido, vivia repetindo ao meu marido que ele amava demais e com isso foram acontecendo coisas que acabaram nos separando, eram atitudes incontroláveis dele que envolviam muitas mentiras e outras pessoas que não tinham nada a ver, gostei demais do artigo e tive certeza que realmente ele me amava demais.

  60. Meu nome é Carlos, entrei aqui pois preciso de ajuda, eu namoro uma moça há 06 anos e tenho muito ciúme dela. Tudo que eu consegui na minha vida foi junto com ela. Mas este relacionamento é bem complicado. Pois eu nasci em Rio Claro (SP) meus pais eram pessoas difíceis de lidar, desde pequeno eu tinha que trabalhar para ajudar meus pais sou o mais velho de uma família de 05 filhos, meu pai quando eu era pequeno batia muito na minha mãe e eu cresci vendo estas cenas. Minha mãe, quando eu chegava em casa do trabalho ou da escola depois das 18:00 não me deixava comer nada. Isso eu tinha 10 ou 11 anos, tive uma infância triste, porque todo dinheirinho que eu tinha eu dava em casa, não tinha lazer, não tinha passeios legais nda… depois de um tempo comecei a estudar música e escolhi o violino para me libertar aos pucos da minha família e ter alguma alegria. Foi quando eu comecei a namorar , conhecer pessoas , mas na minha casa era sempre a mesma coisa, meu pai era militar, tinha muito cíúme da minha mãe ,batia nela, cada situação que ele vivia na polícia ele descontava na família. Então nunca tive amor de pai e mãe. Vim pra São Paulo sozinho com 17 anos tocando o violino, não conhecia ningúem morei na rua e com o tempo entrei na ULM onde comecei a tocar na orquestra por que tinha o que comer e onde dormir, morava na república e vendia doce na rua para pagar a república na ULM, Uma vez fiu no paraguai comprar coisas para rifar para poder quitar umas dividas que eu tinha com A ULM, vendi rifa, e pedi pro meu pai vender também, deixei os prêmios da rifa na casa de meus pais. Só que o cara que ganhou a rifa era um amigo da orquestra e quando eu pedi pro meu pai me mandar os prêmios da rifa, não tinha mais prêmio eles deram de presente para uns amigos deles, enfim fui expulso da república porque não tinha dinheiro para ajudar a pagar e fui morar na rua de novo, colava minhas partituras na parede da praça da república e tocava na rua. Foi quando ferrado, conheci uma moça hippie e com ela achando que ia me dar bem tive 02 filhos, me dei bem por um tempo. mas sem grana e sem emprego tive que me virar trabalhai vendendo assinatura de revista ,ganhava bem ajudava a minha esposa hippie , mas quando eu ia trabalhar ela colocava outo na minha cama. Saí de casa, bati nela, ela sumiu com meus filhos. Depois de um tempo tentando ser feliz e ter uma coisa que eu nunca tive família conheci uma outra mulher, já trabalhava, já estava melhor, mas morando na rua tive uma pneumonia e trabalhava na empresa FIorucci do Brasil essa outra mulher cuidou de mim, e tive mais 02 filhas, nunca amei essa mulher de paixão, pois eu nunca tive amor. nunca vivi um amor.Já tinha meus fantasmas e sempre desconfiei desta atual mulher. Como eu trabalhava fora e fiu tráido na minha casa pela mulher Hippie não queria que a minha atual mulher trabalhasse fora de casa, por medo pedi para ela sair do emprego dela e trabalhar comigo e do meu lado, como vigilãncia mesmo. Montei uma empresa de eventos artísticos, pois já tocava violino. A Empresa ia bem! Mas a minha atual mulher quis dar um passo maior que as pernas e colocou serviço de fotografia e nós não conseguimos dar conta e a empresa fechou ela não ficou do meu lado, muitas brigas, minha vida estava voltando pro buraco de novo. Me vi perdido novamente, comecei agredi-la verbalmente, fisicamente e o relacionamento foi pro buraco… já no fundo do poço. Conheci a Ana , já tinha 04 filhos na tentativa de ter uma família feliz. Enfim estava ferrado, cheio de dívida, fui fazer um evento com o violino e conheci a Ana que ficou comigo, e eu achei que ia me dar bem, fiu até a casa dela perdido e sem esperança de nada, Conheci a família e a estrutura da família. Uma família normal todos com curso superior completo… enfim familia bacana! na primeira semana de relacionamento eu desesperado, cheio de dívida, meu carro com busca e apreensão. Cheguei na mãe dela e contei meu caso, A mãe dela disse que ia me ajudar, pedi um cheque para amenizar pelo menos o carro, Tudo bem! já estava desesperado, não queria perder mais e perder o carro ia me impossibilitar de trabalhar com evento, A ana se convalecendo do meu desespero me deu um cheque em branco e assinado, coloquei o valor que eu precisava e segurei o carro por mais tempo até eu consegir vender. Depois claro devolvi o valor certinho. mas a mãe dela que ficou puta da vida comigo e a partir daí perdeu totalmente a confiança em mim. pra ela eu não presto, sou um desgraçado… isso me revoltou que eu liguei na casa da Ana e chinguei a família dela de palavrões horrorosos e complicou mais a relação familiar, porque de pois de eu ter agredido a família da Ana e me ver sem defesa a Ana foi pra praia e ficom com um cara de lá eu descobri e quase matei a Ana de verdade. Hoje para não perder A Ana eu vigio o Orkut dela, o Hotmail,o facebook, o trabalho dela eu procuro controlar a vida dela, pois eu não tenho amigos, minha família não tá nem aí pra mim. to sozinho no mundo e não posso perder a Ana , porque senão eu me mato. Eu tenho que estar com ela o tempo todo. Eu não gosto da sociedade humana, pois no pior momento da minha vida não me ajudaram , só a Ana me ajudou e está comigo até hoje, Eu às vezes acho que ela não me ama, que tem outro, pois ela trabalha e não tá o tempo todo comigo. Então eu vasculho as coisas dela. Por ela não está comigo eu chamo ela de piranha porque eu acho que ela tá me traindo, mas eu sei que ela está no trabalho, porque depois eu passo no horário que ela sai do trabalho dela e vejo que ela está saindo sozinha do trabalho. Eu sei que sufoco ela e sei que ele chora e fica brava, mas eu agrido verbalmente e se alguma coisa tá errado comigo eu ligo pra ela agredindo verbalmente e até fisicamente como já aconteceu. E ela ainda tá comigo, mas os meus fantasmas não me deixam confiar nela e aí eu pato pra ignorância de novo e do nada. Tudo que eu sou hoje eu devo a Ana, como eu havia dito ela me conheceu numa fase muito ruim da minha vida, ela me apoiou hoje sou professor de matemática e física e continuo tocando meu violino , tenho um apartamento que sai este mês. Mas se eu perder a Ana eu mato a família dela e depois me mato.

  61. É pessoal, li quase todos os comentários, me comovi muito com o comentário do Marcelo, Eu vou me casar com uma mulher maravilhosa. Conheço ela a três anos, sei que ela me ama muito tb, confesso que não tanto quanto antes, ela antes no começo do namoro era obcessiva por mim e eu confesso gostava menos dela enfim até terminarmos, ficamos longe um do outro um ano e quatro meses, nos terminamos porque a traí e contei pra ela(como fui burro)mas pelo menos tive caráter.Enfim voltamos a namorar nunca esqueci ela que tb nunca me esqueceu, voltamos em fevereiro ficamos noivo em junho e vamos nos casar em agosto, sei que ela me ama, so que tivemos uma briga por causa do meu jeito de querer ser controlador e ela me disse para eu amar ela menos que ela já não me amava como antes.Eu fiquei revoltado falei pra ela que se ela quisesse terminar ainda estava em tempo que eu apesar de ama la não iria mais correr atrás dela, ela disse que não queria terminar eu fui dormir muito bolado aquele dia até porque a briga foi de noite pelo telefone.Fiquei pensando o que levou ela a falar isso, percebi que ultimamente vinha tendo atitudes que mostravam que eu estava inseguro e com muito ciúme e isso não é bom… como mexer no Cel dela pra ver suas msg e ligações ,vinha tendo ciúmes dos colegas dela de trabalho, antes ela me contava tudo que acontecia no trabalho dela hj em dia ela não conta com medo de eu reagir mal,ela se arruma muito bem e vai para o trabalho muito bonita e chama a atenção dos homens na rua e eu fico com muito ciúmes.Ela não me dá motivo para eu agir assim, conheço ela nunca ouvi um comentário de que ela fosse uma coisa que eu não soubesse mas já sei porque eu as vezes ago assim e vou explicar para ver se posso ajudar.

    Estou com a auto estima baixa

    Estou ganhando pouco num emprego que não gosto de trabalhar lá e ela é independente concursada e ganha muito bem

    Eu queria ter dinheiro e um emprego melhor para poder me igualar a ela ou quem sabe ganhar mais do que ela, o fato de ela ganhar mais do que eu me incomoda muito, até porque o homem é o chefe da familia e ele tem a obrigação de poder sustentar uma família e eu como ganho pouco por enquanto não sei se vou conseguir

    ela sempre quer sair e nem sempre tenho dinheiro e ela quase sempre tem,as vezes penso que deveria desistir e procurar uma mulher do meu nível social mas sei que ela me ama tanto que quer casar comigo mesmo assim, ela diz que vai me ajudar a arrumar um emprego melhor e que queria que eu ganhasse mais do que ela

    Talvez se eu ganhasse mais do que ela e tivesse um emprego bom as coisas seriam diferente. notei que tenho uns três ou quatro sintomas que foi dito nesse artigo estou tentando disfarçar os sintomas eu quero não ser assim mas sem ajuda fica difícil eu não aceito ser humilhado por ela se por acaso terminarmos nunca mais procuro ela por mais que eu sofra e goste dela, mas minha própria situação já é humilhante.

    Vou tentar não ser tão controlador e menos ciumento senão vou afundar meu relacionamento, também não quero ficar fazendo suas vontades porque mulher gosta de homem com atitude. A mulher na verdade gosta de sofrer, ela só da valor a um homem que despreza e esculacha ela, só que infelizmente talvez eu não sei ser assim.

    se pude ajudar e se alguém puder me ajudar… eu acho que sou um dos homens que amam demais, mas também sei do meu potencial e do que sou capaz.

    Um abraço a todos e melhoras pra todos!!!

  62. Eu acabei de receber a recomendação da minha terapeuta pra ler esse post. Eu não tinha idéia de que eu tinha um problema. Achava apenas que tinha sido a primeira vez na minha vida que eu tinha me deixado levar e envolver verdadeiramente pelo amor a uma mulher.
    Eu tinha uma carreira ótima, no início desse ano abri uma empresa (que era meu sonho desde sempre) mas tudo começou a desandar pq o meu relacionamento com ela não ia bem e eu estava gastando todas as minhas forças pra recuperar nossa relação.
    Eu terminei com ela nesse domingo, mas a cerca de 2 meses eu já não ia bem no trabalho e praticamente larguei a empresa toda na mão do meu sócio. Não por não querer mais trabalhar ou cuidar da empresa, mas por incapacidade! Eu estou tão deprimido que não consigo sequer pensar em trabalho. Tudo que eu penso é em uma forma de fazer com que nossos problemas se resolvam e eu possa voltar a ser feliz, pelo menos isso é o que diz meu coração.

    Minha razão está brigando pra me deixar longe dela, pra reconhecer que continuar com ela é um erro.

    Eu só tive a coragem de me afastar quando descobri várias mentiras dela, inclusive uma traição. Estou com tremores a 4 dias, estou comendo menos da metade do que eu costumava comer, estou acordando com pesadelos horríveis toda noite. Minha vida está um inferno.

    Tive que conversar com meus chefes e pedir a eles férias pois eu estava sem condições de trabalhar. Eles pediram que eu adiasse as férias várias vezes, fui ficando pior, pior e pior. Um dia, finalmente eu li um e-mail dela que me fez sair chorando da sala. Depois daquele dia não voltei mais ao trabalho. Me deram férias finalmente.

    Eu queria ter percebido isso antes. Eu sempre mantive relações mais distantes onde eu não entregava completamente. Com ela eu tinha mudado, achei que se eu a amasse completamente ela iria perceber isso e me amar de volta. Que poderíamos superar todos os nossos problemas e que por eu estar sempre dedicado e preocupado com ela, ela perceberia o meu amor e me amaria de volta.

    Doce ilusão.

  63. Tenho um namorado hades.Ele não aceita conselhos e tambem não assume o fato de amar de mais.preciso de ajuda para ajuda-lo.Pois estamos nos afastando cada dia mais e não quero perder a pessoa que amo.Sei que se eu ajuda-lo vamos conseguir passar por esse momento tão ruim que estamos vivendo.No momento estamos afastados por motivos de sua obcessão ciumes e paranoias.Eu preciso com urgencia que me deem uma porta para essa situação ,peço caridosamente a atenção de todos para ajudar não deixar esse amor tão bonito que era o nosso morrer por cousa tão banal.Desde ja agradeço e espero por respostas urgentes.

  64. estou presisando de ajuda eu amo de mais e isso me faz muito mal ea pessoa que estava ao meu lado como faço por favor me ajude.

  65. Meu nome é Wagner farias de Sá e sei que sou um dependente de amor, gostaria de saber em São paulo de grupos com atividades de psicoterapias gratuitas nos quais eu pudesse me tratar.

  66. meu namorado tem todos esses problemas ja não sei mais o que fazer onde encontro ajuda moro em america obrigada

  67. Olá
    Me chamo Evanildo.
    Me identifico com todos esses sintomas. Ocorre que, lendo os comentários, percebo que ainda não cheguei ao ponto da maioria dos colegas. nem quero! Por isso preciso de ajuda o mais rápido possível. Onde encontro um grupo do HADA ou similar em SP, capital?
    Desejo muito me tratar o mais rápido possível. Amo minha esposa. Não quero estragar a pequena parte de vida que me resta! Tenho muito pouco tempo. Grande abraço

  68. m quero saber se em jacobina ba. tem crinica para pessoas que sofre de amor,pois não penso em outra coisa a não ser amar a minha mulher.

  69. voces homens que são casados, não pense em se apaixonar, porque o negosio e serio.porque eu sou um apaixonado e sofro muito por amor.

  70. Nossa td isso q falaram ai é pura verdade, estou passando por isso, sou casdo a 9 anos e qdo namorava minha mulher conheci alguem q mexeu comigo de verdade começou por olhares e derrepente eu ñ ia la pra ver minha namorada e sim essa pessoa, acabei casando e tenho um caso com a pessoa ate hj, nocomoço era só qdo eu queria ñ me importava muito eom ela mas de uns dois anos pra ca minha vida virou um terror eu amo tanto essa pessoa q nem sei mais fico me martirizando enganando minha mulher e tendo um caso com alguem q realmente amo mais amo mesmo, ñ sei mais o q fazer to ficando doente brigo com ela brigo com minha esposa ta terrivel só q perdi a confiança antes ela vivia pra mim agora ñ eu vivo pra ela e fico privando minha familia de tudo ñ saimos de casa pra ela ñ saber e pra me pirraçar sair tambem ja penssei em suicidio ñ to aguentando mais to enlouquecendo pior q eu sempre dizia q amor ñ existi pior q apareceu pra mim e ñ estou vivendo estou vejetando e agora estou bebendo pra passar essa tristeza, mais coloquei na minha cabeça q quero minha familia e ñ vou ligar mais ja quebrei ate meu celular vou ter q aguentar o fazer uma besteira, desculpa pelo desabafo so quero ajuda

  71. depois que a pessoa se trata, existe chance do casal voltar a se relacionar, ou o amor em demasia volta junto com a pessoa??

  72. Acredito piamente nas descrições sobre os homens que amam demais estou a 2 anos e meio assim minha eis esposa me largou por outro, e tudo cabível nas descricões em relação as minhas atitudes, vejo como problema principal cumprir com as 11 novas atitudes. Já cheguei ao ponto de sonhar que estava sonhando com ela e chorar no sonho e acordar chorando ( não foi só uma vez ). Vou à psicologa, psiquiatra, tomo remédios para dormir, para depressão, e choro por causa dela todo santo dia há mais de 2 anos, peço a Deus para morrer as vezes, quando vejo um casal na rua tenho vontade de chorar, principalmente se tem filhos ( tenho 2 um de 12 e um de 11 que é especial ), e peço a Deus que não deixe acontecer nada de mal a eles. Não tive capacidade de construir uma família, assim como também não tive uma de exemplo. Gostaria de uma ajuda espiritual, ou conhecer algum lugar na cidade de São Paulo onde pudesse procurar uma ajuda definitiva, obrigado feliz ano novo e boa sorte a todos.

  73. Eu realmente tenho tentado me livrar de um sentimento que deveria ser em todos os sentidos maravilhoso e divino, mas tudo em demasia prejudica.
    A como eu amo a Jamile, e meu Deus quanto eu tenho sofrido por isso, quanta solidão e humilhação esquecida, quantas lagrimas, quanta solidão, quanto mêdo, tantas noites sem dormir.
    Eu amo demais, e o ecesso de amor me poe vulnerável, e de forma perversa, conciente ou talvez inconcientemente, pago por amar demais, pois sou manipulado como um brinquedo, que só é usado quando se quer.
    Estou cansado de sofrer, estou cansado de amar a quem verdadeiramente não me ama, ou que não me ama suficiente, ou que me ama mas sabendo do meu amor tira proveito disso e me machuca, e me umilha, e me desonra, e me mata aos poucos.
    Incrível, que eu percebo que nos últimos 14 anos sofri muito quando estive perto dela, e mais ainda quando não estava.
    Minha vida se tornou-se duas opções, sofrer mais ou sofrer menos. Já perdi as contas de quantas vezes pedi a Deus em orações que me libertasse deste sentimento que tenho por Jamille, mas sempre que fujo e tento me manter longe, ela me encontra e implora o meu amor.
    É como se meu amor a alimentasse para se tornar forte, e quando esta forte, se afasta até precisar novamente se alimentar de mim, e a forma de se afastar de mim não é apenas fisica, pois mesmo junto a distência existia. Não sei mesmo o que fazer, sinto que a muito tempo não tenho controle sobre isso. Não sei se posso me permitir aceitar que tudo vai melhorar, ou entender de uma vez que não ha mais nada a ser feito. e desistir.
    Tenho 41 anos e ela 30 anos e estamos juntos a 13 amos temos dois filhos lindos e vivemos rompantes de amor intenso que dura pouco tempo intercalados por muito tempo de distância e dor.
    Sinto que em alguns momentos ela sofre, e parece até me amar mais do que eu, mas dura muito pouco. Já tentei outras mulheres, lindas mulheres, mas não consegui apagar ou pelo menos diminuir o que sinto no peito, e o pior últimamente não tenho tido ânimo sequer para tentar me relacionar com outra mulher.
    Sinto que a cada dia estou entregue a uma situação que me consome, me deprime, e me faz chorar e sofre. Sei que cada dia de dor consome alguns dias de minha vida. Sei que estou morrendo. Preciso de ajuda, eu ainda quero ser feliz, e quero muito que a Jamille seja feliz pois a amo demais para vê-la sofrer.
    Desculpe oculpar seu tempo com o meu desabafo.
    Eu sou Baiano e moro em Recife, por a 01 ano por motívos profissionais.

  74. Bom dia !
    Preciso de ajuda, estou sofrendo a cada dia que passa, por causa desse sentimento que não sei como chamar, só sei que estou perdendo a mulher que mais amei e que amo, com ela tenho duas filhas lindas que são minha base.
    Ela se sente oprimida pelo meu amor e me pede para deixa-la viver e que não vai me deixar mas não me ama mais, diz que está comigo, pois sou ótimo em tudo que faço (bom pai, bom marido,bom amigo, cumplice, companheiro, perfeito sexualmente para ela)mas acabou a paixão.
    Não consigo aceitar a idéia dela estar com outro, mas ao mesmo tempo abro mão disso só para te-la perto de mim.
    Me ajude.
    Por favor.

  75. gostaria de saber onde tem um gupo de apoio ou algum lugar com tratamento gratuito para homens com ciumes possecivo o mais rapido possivel desde ja agradeço moro em são paulo

  76. Poxa, que bom que voce existe!
    Encontrei a minha grande saida, ao ler a sua pesquisa, sobre homens ou mulheres que amam demais, a minha esposa sofre muito comigo, e agora sei que estou errado, pois tudo que lir tem a ver comigo, e não quero perder a minha familia, por causa desta doença que pode até me levar a loucura. Não queria acreditar, que eu estava com este problema, mais por alguns de seus comentarios, sentir que eu estou realmente sendo este tipo de pessoa, além de ser um pouco de cada palavra comentada por voce, sou também doente por sexo, agora vem a pergunta: Como devo administrar os dois, sé os dois me atormenta?
    Obrigado por voce existir.
    Francisco Luiz da Silva – São Paulo

  77. amo muito minha mulher que está gravida e estamos quase para receber o bebe , benção divina..sem contar os meus 5 gatos que considero as 5 outras mulheres da minha vida , e quando consigo juntar juntar minha mulher ser humano e minhas 5 mulheres gatas, é a melhor felicidade ja sentida na minha vida , amo elas demais preciso me controlar e de ajuda..

  78. Boa Noite

    Preciso de ajuda pois estou sofrendo pois Amo Muito minha Esposa

  79. Amei a materia, sofro muito e ja conversei com meu namorado, preciso de ajuda, estou atras de um psicologo,não chego ao ponto de bater nem querer morrer, apenas sofro calado, doi muito, e olha que meu namorado é o melhor homem do mundo, só quero ser feliz ao lado dele, preciso de ajuda…. Quero ler o livro..

  80. amo demais uma mulher que me traiu e me deixou. ainda á amo demais e preciso dela mais ainda. agora sofro de depressao, toc e bipolaridade. ajude-me… itamar r. aviador armim burer, 863 – uberaba – curitiba.

  81. Em Porto Alegre contamos com um grupo de apoio aos Homens que Amam Demais Anônimos. O endereço onde ocorrem as reuniões é Av. Independência, 993,sala 1 (Cruz Vermelha do Brasil). As reuniões acontecem às sextas-feiras às 19h. Telefone para contato: 51-82008136, com Astor Luiz, Coordenador do grupo.

  82. olá meu nome é jefferson tenho 25 anos e estou passando por um problema na minha vida de ciúmes com minha noiva, auto estima lá em baixo muita insegurança e gostaria de saber como faço pra conversa com uma pessoa com experiencia de vida !!!!!pra eu explica tudo direito muito grato!!!!!!

  83. gostaria de saber onde poso achar um grupo de apoio ou um medico para fazer um tratamento em volta redonda – rj estou sofrendo bastante com isso sou casado a 14 anos tenho um filho de 6 anos e amo demais a minha esposa algo que me faz muito mal , me faz sofrer muito e de serta forma ela tambem. pois na verdade eu a sufuco , ela ja tentou ate se separar de min mas voltou atras pois dis que gosta muito de mim, eu tenho muito ciumento

  84. Socorro preciso de ajuda.
    Amo demais minha mulherm mas ela tem um defeito. Não sabe viver na adversidade.
    Não estou podendo lhe dar todos os luxos e ela faz greve de sexo, fica indiferente.
    Socorro

  85. Hoje acabei de perder a mulher pela qual passei po cima de todos os meus sentimentos e meu amor proprio,sinto que a minha vida esta acabando, estou morrendo por dentro pois minha necessidade de sacrificar tudo por ela acabou por destruir o que ela sentia por mim.
    O que eu posso fazer ?

  86. Existe sim nos tempos de hoje HOMENS QUE AMAM DEMAIS, eles perdem o apetite e por isso o número cada vez mais crescente de HOMENS, sim HOMENS MESMO com anorexia nervosa. Veja, não são gays, não. Pode existir isso na comunidade homossexual masculina, mas esses homens que amam demais são HOMENS MESMO. É uma doença triste e até artistas estão acometidos com isso.

  87. Gostaria de saber se em Recife-PE há algum grupo HADA. Já, em consulta a internet, enconrei um MADA, mas não sei como seria a experiência de tentar participar de um grupo destinado ao grupo feminino e ainda está localizado no salão de uma igreja, o que pode despertar fobias nos participantes. Grato pela ajuda.

  88. Pessoal necessito de ajuda o mais rapido possivel, como comprar o livro, existe algum local aqui na região de Campinas-SP. Estou sofrendo muito sou casado a 26 anos + 4 de namoro, sou constantemente humilhado pela minha esposa, pois por errado que ela esteja quando vou reclamar, ela me colocar muito abaixo de seus pés, e não consigo abandoná-la, alias ela tem me ameaçado de abandono, afinal ela quer ser livre e quando eu faço alguma coisa neste sentido do tipo saio com um amigo, vamos tomar umas cervejas, já chego em casa como um cordeiro e vou direto para cama, quando acordo ela simplemente acaba comigo, e ai é uma semana de castigo, sem sexo, sem uma palavra, e ela procura fazer tudo que me desagrade como punição, então sofro dobrado, não durmo, não como, não estudo, não trabalho, fico como um zumbi, rodeando pedido perdão fazendo carinho tentado conversar e em sua indiferença somente me diz não quero descutir relação, se na esta bom vamos nos separar e isso me apavora………..preciso de ajuda urgente, ou de alguem grupo ou de um livro de auto ajuda…….mas preciso

  89. Por favor preciso saber se há endereço e telefone do HADA em São Paulo, capital. É urgente, por favor! grata Diva

  90. por favor gostaria de saber se tem algum lugar em sp onde posso procurar ajuda pois minha namorada me deixou e ja tentei me matar preciso desesperadamente de ajuda obrigado

  91. bom preciso de ajuda meu marido esta com este problema ele não consegue ter uma vida social normal não consegue trabalhar e isso nos faz ter uma vida de horror a vida dele é ficar ao meu lado ele não consegue enxergar a necessidades temos uma filha mas mesmo assim ele está tão doente que ele não tem coragem de correr atrás e é isso que me faz acabar com nosso relacionamento e após o termino ele se desespera e cai no mundo da droga e eu por amá lo acabo voltando de novo mesmo sabendo que viverei tudo de novo por favor nos ajude moramos em são josé dos campos precisamos urgente de orientação

  92. Fico feliz em saber que profissionais da area da saude comessam a se preocupar com as pessoas que amam demais estou num relacionamento onde ambos sofrem deste mau ja nos separamos e voltamos diversas vezes inclusive agora estamos separados…ja sentii os sintomas apresentados e acho que vou sentir de novo. Moro em curitiba e gostaria de poder contar com ajuda neste momento para superar esta recente separacao, gostaria de conhecer outras pessoas que passam por isso

Obrigada! Entrarei em contato o mais breve possível.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s